domingo, 24 de julho de 2016

MIMOS PARA UMA FESTA! craft













PESSOAS FELIZES NÃO FALAM MAL DOS OUTROS!

https://osegredo.com.br

Em vez de ficar obcecada com as críticas ou de ficar criticando os outros, dedique seu tempo para melhorar a si mesma e o seu entorno.
***
O hábito de “falar mal” dos outros está tão enraizado na nossa sociedade atual que infelizmente não nos damos conta do quanto ele pode prejudicar a vida de todos: aquele que critica, aquele que é criticado, e até aquele que ouve passivamente a crítica sobre os outros.
Você já reparou em como as pessoas felizes não falam mal dos outros? Parece que elas, simplesmente, não têm essa necessidade que tantas outras pessoas têm.
Neste artigo, queremos falar sobre os motivos pelos quais as pessoas criticam as outras e sobre como podemos nos manter fortes diante das críticas e das energias negativas de pessoas que só sabem falar mal dos outros.
pessoassss

Por que as pessoas falam mal dos outros?

O motivo principal pelo qual as pessoas sentem a necessidade de falar mal dos outros é para que elas se sintam melhor com as suas próprias inseguranças.Geralmente elas procuram defeitos e falhas dos outros para comentar, em uma tentativa de disfarçar, tirar o foco ou até parar de pensar nos seus próprios defeitos.
E não se enganem: ninguém está imune a isso. Analise o seu próprio comportamento com atenção e veja se você não fez nenhum comentário maldoso nos últimos tempos, mesmo sem intenção. Muitas vezes falamos algo e só depois nos damos conta.
Infelizmente este tipo de comportamento está enraizado no dia a dia de muitas pessoas, que na maioria das vezes estão insatisfeitas com algum aspecto das suas vidas, e criticam os outros para, de alguma forma, se sentirem melhor, mesmo que isso seja feito de maneira inconsciente em algumas situações.

Mantenha-se forte diante das críticas

descarga-emocional
Também é fundamental falar sobre o outro lado da moeda: a pessoa que é criticada. Em teoria, deveríamos todos ser completamente imunes às críticas. Afinal, o que uma pessoa diz sobre nós é a realidade dela, e não a nossa.  Ninguém sabe realmente o que acontece na vida de outra pessoa, tanto das alegrias e momentos de felicidade quanto das lutas e adversidades superadas.
Não deixe que a opinião dos outros influencie o seu dia a dia negativamente. É muito importante reforçar e desenvolver a sua autoestima e autoconfiança, para saber lidar melhor com as críticas e resistir a delas. Sabemos que, muitas vezes, é difícil fazer isso, mas a chave para consegui-lo é o autoconhecimento.

Se você estiver feliz consigo mesmo, se tiver valores fortes nos quais acredita, se souber valorizar tudo o que tem na vida, ao invés de focar no que não tem, poderá viver alheio aos comentários dos outros, pois eles não o afetarão.

Afaste-se de quem só sabe criticar

pessoas-felizes-nao-falam-mal-dos-demais
Todo mundo conhece uma pessoa repleta de energias negativas, que só sabe se queixar da vida, reclamar de todos os acontecimentos, até dos felizes, e falar mal dos outros sempre que tiver uma mínima oportunidade.
Estas energias são contagiosas, por isso não vale a pena incentivar este tipo de comportamento, pois você também irá perder com ele. Cerque-se de pessoas felizes, com um astral lá em cima, otimistas e que enxerguem o lado positivo da vida, e não de pessoas que deixam todos (e inclusive elas mesmas) “para baixo”.
E não se engane: uma pessoa que fala mal dos outros para você, certamente fala mal de você para os outros. É este tipo de amizade ou relacionamento que você quer ter? Talvez seja o momento de reavaliar.
Se você conviver com alguém assim, pode conversar e explicar que este comportamento somente prejudica a todos, e que você não gostaria mais de ouvir comentários maldosos sobre as outras pessoas. Se mesmo assim não adiantar, infelizmente a melhor solução pode estar no afastamento.

Seja a melhor versão de você mesmo

coracao-na-arvore
As pessoas felizes estão preocupadas demais com elas mesmas e com o seu bem-estar pessoal para perder tempo falando mal dos outros. Inspire-se nelas!
Dedique o seu tempo, os seus pensamentos e as suas palavras à pessoa que mais importa na sua vida: você mesmo! Mantenha o seu foco em ser a melhor versão possível de você mesmo, trabalhando as suas inseguranças sem se comparar aos outros, e sem perder tempo com comentários e observações a respeito de características e comportamentos alheios.
Quando você estiver satisfeito consigo mesmo, certamente estará tomando as melhores decisões para o seu presente e o seu futuro, e vivendo de acordo com a sua verdadeira essência, não terá nenhuma preocupação com os outros e poderá seguir em frente de forma muito mais leve, plena e feliz.
_____________

DETALHES DE UMA CASA DE PRAIA - Nº 5















QUAL A COR DE SUA VIDA!

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Pão de Mel na Assadeira




Ingredientes

1 xícara de chá de chocolate em pó
1 xícara de chá (mal cheia) de açúcar mascavo
1 colher de sopa rasa de cravo em pó
1 colher de sopa rasa de canela em pó
6 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de óleo
2 xícaras de chá de farinha de trigo
2 xícaras de chá de leite
1 colher de sobremesa rasa de bicarbonato de sódio (ou 1 colher de sopa de fermento em pó
Recheio e cobertura:
Doce de leite, beijinho ou brigadeiro a gosto
Chocolate para cobertura ao leite e branco (para fazer a decoração)

Modo de Preparo



1. Numa tigela, misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea.
2. Disponha a massa em forminhas de pão de mel ou em uma forma untada e enfarinhada, deixando ¾ das forminhas ou da forma livre para o pão de mel crescer.
3. Leve ao forno preaquecido a 280ºC, mas abaixe a temperatura para 180ºC quando colocar o pão de mel no forno. Deixe eles assarem entre 25 a 30 minutos.
4. Espere esfriar, corte a massa ao meio e recheie a gosto (brigadeiro, beijinho ou doce de leite).
5. Banhe com chocolate para cobertura ou se for na forma, espalhe o chocolate para cobertura derretido por cima.
6. Enquanto o chocolate não solidifica, faça uns riscos com chocolate para cobertura branco derretido.


NESTE FRIO - PEQUENAS ALEGRIAS!

ALBERT EINSTEIN - reflection